• Leonardo Ribeiro Soares

"Mamografia antiga": guarde com carinho!


Sabe aquela sua "mamografia antiga"? Aquela que você fez no ano passado e não sabe aonde guardar..? Então, ela ainda pode ser útil!

Isso porque o mastologista pode analisar os exames antigos e comparar com os exames atuais, tranquilizando o paciente diante de algumas dúvidas que possam existir...

>>> De forma geral, alterações mamárias que permanecem inalteradas por mais de dois anos possuem características BENIGNAS!

Na prática, isso pode evitar uma biópsia desnecessária!

>>> Por outro lado, lesões que não existiam nos anos anteriores e apresentaram um surgimento recente podem ser consideradas suspeitas apesar das características no exame.

Na prática, isso pode evitar um diagnóstico tardio do câncer de mama!

Mas ATENÇÃO: o filme ("chapa") da mamografia é extremamente sensível ao calor, à umidade, exposição ao Sol, atritos, etc.

>>> Por isso, não molhe e não dobre a sua mamografia! Guarde os filmes em ambiente seco e com pouca luz!

Na foto abaixo, vejam um exemplo de mamografia que foi exposta ao Sol por muito tempo, dentro do carro. Nesse caso, ficou impossível de analisar o exame e a paciente precisou repetir o exame...

Em resumo: guarde os exames de imagem da mama em local apropriado e leve-os quando for repetir os exames e/ou na consulta médica!

Recebam um grande abraço,

Leo


0 visualização

Entre em contato!

Caso tenha qualquer dúvida, crítica e/ou sugestão, entre em contato comigo:

Dr Leonardo Ribeiro Soares

Instituto de Mastologia e Oncologia (IMO)

Alameda das Rosas, nº 533, Setor Oeste

CEP: 74.110-060, Goiânia - GO

(Referência: em frente ao Zoológico de Goiânia)

Tel.: (62) 3224-2121

  • Facebook ícone social
  • Instagram ícone social